Relacionamento – Um relacionamento em crise exige certos cuidas e atitudes mais pontuais. Se o objetivo é salvar o casamento ou a relação, é preciso que ambos tenham ações assertivas para criar uma fase melhor nesta experiência.

1) Veja se a relação ainda vale a pena

O primeiro passo para salvar o seu relacionamento e conferir se ele vale a pena. Muitas relações acabam para que novas histórias possam surgir. Questionem-se: há amor ainda por parte dos dois? Há uma relação saudável, sem agressões ou desrespeito? Quais coisas valeriam a pena serem revividas e quais ambos gostariam de testar ainda juntos? Há mágoas resistentes? Como resolvê-las? O que farão para mudar? Lembre-se de que relacionamento é uma experiência de reciprocidade: ambos devem estar envolvidos totalmente, sem comodismo.

relacionamento

Se ainda não sabe se este relacionamento ainda vale a pena ou não, se tem dúvidas sobre o seu sentimento, leia esta matéria especial.

2) Seja responsável

Muitas vezes o problema é a autorresponsabilidade – aquela atitude que preza pelo cuidado consigo mesmo e por assumir-se antes de qualquer envolvimento amoroso. Este é um dos temas mais debatidos aqui no blog e muitas pessoas chegam até o meu trabalho com problemas de afirmação e autoconsciência. Você não pode querer que a relação mude e que o outro mude se não se responsabiliza por seus próprios atos e por seu desenvolvimento pessoal. É como jogar a felicidade pela janela. Se identificou? Leia este artigo e saiba mais. Veja ainda como controlar as suas emoções nesta matéria,

3) Resolva a sua carência

A carência é resultado de baixa autoestima na maior parte do tempo. Para superar essa falta, este vazio que parece jamais terminar em relação ao outro, reveja a si mesmo. Verifique as suas crenças e o modo como foi educado(a) e até mesmo se há algum problema emocional quanto a isso.Para saber mais sobre como a carência pode afetar negativamente o casamento, acesse este link e leia o artigo na íntegra.

4) Deixe o ciúme obsessão de lado

Há pessoas que simplesmente vivem a vida do parceiro, sempre com medo, sempre em uma dúvida excruciante. Em muitos casos, a obsessão, além de atrasar a relação e machucar o outro, é uma questão de saúde. Saiba mais neste artigo. Se a obsessão e o ciúme têm a ver com o medo de perder o outro, esteja em alerta: de onde vem este medo? Será que existe mesmo riscos ou é só coisa da sua cabeça? Você se sente seguro com esta relação? O medo de perder esconde problemas pessoais bem complexos. Para saber mais, leia este artigo – um dos mais acessados deste blog. Nesta matéria você também encontra dicas sobre como controlar o ciúme.

5) Apimentem a sua relação

Apimentar a relação deve ser um ato constante para qualquer casal. É saudável tem um grande poder de transformação no relacionamento. Se a libido diminuiu, o que é muito comum em qualquer tipo de relacionamento, é hora de tentar coisas novas e divertidas. Para saber mais, leia esta postagem e inspire-se! Neste link há outras dicas bem interessantes sobre como apimentar a relação.

6) Deixe o passado de lado

Se foi superado, deve ficar no passado. O passado não pode ser mudado e o presente ainda nem existe. Resta o agora, para ser feliz e motivas as mudanças que precisam ser feitas. O passado não pode ser usado como forma de manipulação, nem mesmo quando há casos “superados” de traição.

Quando ocorre uma situação de traição, se ambos resolveram passar por isso e gerar uma nova história, é preciso deixar isso de lado e seguir em frente. Mas se a ferida não cicatriza nunca, é hora de rever as suas escolhas. Leia mais nesta matéria sobre traição.

7) Mudem os hábitos para uma vida nova

Uma vida nova só acontece quando ambos estão determinados a rever as suas atitudes e mudar os seus hábitos. Mas isso requer paciência, esforço e comprometimento. Veja como funcionam as mudanças de hábitos e saiba o que isso fará para que uma nova realidade possa ser possível para o casal.

8) Renovem os votos

A renovação dos votos está se tornando uma verdadeira febre entre os casados. Pode ser depois de um ano ou de 50 anos, não importa, é sempre possível chamar as pessoas queridas e comemorar a sua união. Além disso, a cada dia também renovamos a nossa relação. Cada dia é uma nova oportunidade.

relacionamento

Veja nesta matéria como poder ser bem fácil reciclar o casamento e ser mais feliz!

9) Exija menos e doe-se mais

O excesso de exigências pode ter um impacto desastroso na relação. Muitas vezes exigimos o que nem cabe a nós dizer ou nem reparamos que também temos as nossas próprias pendências para melhorar. Doe-se mais a relação e verá que a retribuição pode ser mais assertiva às mudanças que as exigências.

Saiba como ser menos exigente e mais afetivo no relacionamento lendo este artigo do blog.

10) Tenham momentos só seus e projetos a dois

Isso tem a ver com o estímulo da cumplicidade: pode ser juntar dinheiro para uma casa, fazer aulas de dança juntos, fazer exercícios e emagrecer a dois, organizarem uma viagem ou qualquer coisa que posso construir voluntariamente e de modo colaborativo.

11) Compreenda que todos temos limitações

Você tem suas limitações. Ele ou ela também. Ao invés de julgar ou usar isso como meio de manipulação, tente oferecer ajuda para encontrar soluções juntos. Caso o que você considere uma limitação seja um traço da natureza do parceiro, releve, caso não haja escolhas. Provavelmente, ele ou ela faz o mesmo por você.

Veja mais sobre como lidar com as limitações do outro neste artigo.

12) Conflitos servem para ser superados

Conflitos não são bons e isso é fato. Mas tudo na vida tem pelo menos dois lados: a sombra pode esconder muitas coisas interessantes e ótimos aprendizados. Aprendam a resolver os conflitos juntos e a aprender com adversidades da vida.

Veja tudo sobre gestão de conflitos no relacionamento conferindo esta matéria.

13) Planejem melhor a família e a rotina com os filhos

A falta de planejamento pode levar à ansiedade e a diversas situações frustrantes. Se o casal ainda está no início do relacionamento, que tal parar para pensar em como será a vida juntos? Quantos filhos querem ter? Onde querem morar? De quais recursos precisam para que isso aconteça? E se o casal já está unido há um bom tempo, questionem-se: o que queríamos antes e que ainda queremos agora? O que deu e o que não deu certo? Quais recursos precisamos para melhorar? Como otimizar a rotina com os filhos? De quanto tempo essa transformação é necessária?

Saiba quando é hora de cortar o cordão umbilical dos seus filhos, para que eles se desenvolvam mais rápido neste post.

14) Não deixem que as outras pessoas se intrometam na sua relação

Esta é uma das situações que mais levam ao desastre do relacionamento. Família, amigos, colegas de trabalho, mãe, pai, filhos, vizinhos, seja quem for, ninguém tem o direito de dizer o que é ou não certo para vocês. Não permitam interrupções. Caso aconteçam, conversem apenas os dois sobre como anular o efeito negativo da presença de outras pessoas na sua vida. Relacionamento a dois já está subentendido – é a dois, não a três, a quatro, a trinta.

15) Discutam sobre a vida financeira do casal

Uma ótima dica é definir se as contas bancárias e as contas mensais devem ser unidas ou se cada um tem a sua parte. Veja mais neste link. Saiba ainda como controlar o orçamento neste artigo – este é sempre um tema de conflito entre o casal.

16) Mantenham a comunicação ativa

A comunicação é a base de uma relação. Não se trata apenas de saber falar, mas também de saber ouvir. A comunicação do casal requer paciência e um ambiente e condições propícias a isso, sem ruídos e interrupções. Dê tempo para o outro falar e saiba ouvir. Expresse as coisas que gostaria de dizer, sem suprimi-las no seu íntimo.

17) Tenham tempo um para o outro

Se o tempo anda demasiado curto e o casal sente que não tem mais momentos a dois, que tal reservar um período para se curtirem sem interrupções? Mesmo que seja apenas algumas horas por dia e mesmo que a vida profissional seja atribulada, coloquem em prática um período para fazerem coisas divertidas juntos.

relacionamento

A falta de tempo não pode ser uma desculpa – saiba mais sobre este tema na matéria deste link.

18) Saibam dividir tarefas e responsabilidades

As tarefas mal divididas sempre são assunto para as sessões de Coaching. Em uma relação, todas as responsabilidades devem ser divididas, inclusive os afazeres domésticos. E a divisão não pode implicar as diferenças de gênero.

Veja mais sobre a divisão de tarefas nesta matéria. Veja ainda algumas dicas de organização doméstica aqui.

19) Se há brigas, compreendam as razões delas

Uma briga exaltada nunca vale a pena. O primeiro passo para controlar uma briga é se acalmar e compreender como a situação chegou neste ponto – veja aqui alguns destes motivos e aprendam a dialogar sem brigar. Aprendam a maneirar no tom e evitar dizer aquilo que pode ser nocivo à relação. Foquem na solução e não no problema.

20) Diga as palavras certas nas horas certas

Nem sempre basta apenas amar, respeitar e ter sentir uma série de bons sentimentos para com o parceiro(a). É preciso dizer isso, verbalizar. Falando você também ouve e isso nutre a relação em ambos os sentidos. E quais são as coisas que devem ser ditas? O quanto ama o outro, os elogios sinceros sobre as coisas que ele ou ela faz, a gratidão e outras diversas gentilezas verbalizadas.

Aprenda a dizer o que é importante ser dito lendo esta postagem.

21) Cuide mais de sua imagem pessoal

É claro que as pessoas devem nos amar pelo o que somos, ainda mais quem escolhemos para conviver. Mas com o passar do tempo, um certo comodismo pode acontecer e a pessoa passa a cuidar menos de sua aparência – isso serve tanto para homens quanto para mulheres. Autocuidado é amor – já falei disso no vídeo abaixo. Confira!

22) Saiba que nunca é tarde para recomeçar

Quando há amor e cumplicidade, há uma luz no fim do túnel. O amor somente não funciona: há uma série de atitudes, sentimentos e emoções que precisam estar bem resolvidas. Não importa o passado, todo dia reserva um recomeço. Basta que haja respeito, amor e vontade.

Veja algumas dicas para recomeçar uma relação neste artigo.

23) Faça da sua casa um paraíso

Sempre aconselho os meus clientes e coachees a verem o território doméstico como uma dádiva, um verdadeiro pedaço do céu. É o lugar em que podem voltar para um dia difícil, viver coisas a dois ou em família ou simplesmente não fazer nada. O lar só será um céu se for construído desta forma. E isso depende de ambos os parceiros.

Veja algumas dicas para transformar o seu lar em um pedaço do céu nesta matéria.

24) Dê tempo ao outro

É importante dar tempo ao companheiro(a) para que ele também tenha a sua vida própria, faça as coisas que goste, desenvolva atividades sozinho, etc. Isso exige confiança e cumplicidade, e mais, respeito por um ser humano que tem uma vida além do relacionamento e que merece um momento só seu. Muitos casais entram em conflito quando erram em não permitir que o outro tenha a sua própria vida. Nem tudo precisa ser compartilhado.

25) Reavaliem o porquê estão juntos

Não é à toa que chegaram até aqui unidos. Qual o motivo de um ter escolhido o outro para conviver? Cada casal tem a sua história e rever aquilo que os une é essencial para salvar seu relacionamento.

26) Não conversem de cabeça cheia

Não há nada melhor do que conversar calmamente e chegar à uma solução de um problema. Não tentem conversar no calor do momento quanto os temperamentos estão exaltados. Deixem para mais tarde.

27) Conversem sobre os desejos contidos de cada um

Muitos casais sucumbem às brigas por diferentes motivos, mas que no fundo a justificativa é só uma: os desejos contidos e jamais revelados que cada um possui. Isso gera frustração e repressão.

relacionamento

Para saber mais sobre como se expressar sobre os seus desejos contidos, acesse este artigo.

28) Tenham mais bom humor no dia a dia

Muitas pessoas se sentem atraídas por outras que possuem como principal característica o bom humor. Ter humor permite a aproximação e traz mais leveza à relação. Nem tudo é ferro e fogo. Entreguem-se à alegria. Muitas vezes é preciso motivar os momentos alegres com atitudes mais leves e fazendo coisas a dois que sejam de fato divertidas. Muitas pessoas conseguem isso simplesmente indo ao cinema, outras viajando outros casais preferem criar jogos e brincadeiras. Vejam o que funciona para vocês!

29) Façam Coaching de Relacionamento

O Coaching, assim como a terapia, por exemplo, não serve apenas em tempos de crise e conflitos entre o casal. Tudo o que é bom e funciona bem pode ser ainda melhorado. O Coaching de relacionamento serve para desenvolver pessoas que se relacionam, de muito modos e com uma verdadeira infinidade de técnicas. Ajuda ainda as pessoas de modo individual, trazendo autoconscientização.

30) Vejam felizes!

Vocês já têm tudo o que precisam para ser felizes. Basta ajustarem os ponteiros. Um relacionamento amoroso é uma linda experiência que lhe permitirá conhecer outro ser humano profundamente, e com isso, conhecer a si mesmo. Os problemas e conflitos não podem ser maiores que isso. Tenham mais gentileza e amor um pelo outro. Coloquem os bons sentimentos acima das dificuldades. Felicidade é coisa simples, que vem de dentro. Ouça mais o seu coração em relação ao seu parceiro(a).

Veja ainda como curar um casamento desbotado em poucos passos lendo esta matéria. E no caso de agressões e violência física e verbal, não há solução que não seja o afastamento – saiba mais neste artigo.

Malu Moreira trabalha com relacionamentos há mais de 15 anos. Durante todo esse tempo, trabalhou com diversas culturas e costumes, aumentando ainda mais o seu conhecimento e experiência no dia a dia com relacionamentos. Casada e mãe de quatro filhos, ela vive em “estado de graça”, como costuma sempre dizer.

Sua estrada traz na bagagem além do Brasil, países como Bolívia, Portugal, Angola, Inglaterra e Suíça, onde reside atualmente.

E como ela sempre diz: “Eu acredito que duas pessoas possam viver em perfeita harmonia, respeitando os seus limites, contanto que estejam tomadas pelo amor”.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.