Medo de perder – Muitas pessoas que buscam as sessões de Coaching de relacionamentos o fazem por medo de perder o parceiro em algum momento da relação. Este medo de perder afeta inclusive a convivência do casal, a confiança no outro e deixa a pessoa à mercê de diversos sentimentos e sensações nocivos, que impedem o seu desenvolvimento. Por que sentimos o medo de perder? Confira algumas dicas para superar seus fantasmas e ter um relacionamento mais feliz!

O medo de perder e o sentimento de posse

É normal sentirmos um certo receio de perder o parceiro, de que a relação termine, ainda mais quando está no seu auge e tudo parece perfeito. Contudo, quando este sentimento condiciona a vida da pessoa, é hora de parar e refletir: em que implica o medo de perder o outro?

medo de perder

O primeiro ponto a ser analisado é o sentimento de posse. Será que você não vê o outro como algo só seu e não queira compartilhá-lo com o mundo? Será que a sua relação não é uma “coisa” para você? O outro é uma pessoa com decisões, compromissos, uma vida pública e se relaciona com diversas outras pessoas todos os dias. Se isso lhe incomoda de alguma forma, o problema pode estar em você e não no outro. Você só pode sentir medo de perder aquilo que você “tem” – veja aqui o sentimento implícito de posse.

A minha sugestão neste caso é a mudança de perspectiva: o parceiro(a) é uma pessoa e possui anseios e compromissos como qualquer outra pessoa; possui uma vida que não está necessariamente condicionada a sua. É alguém que escolheu estar ao seu lado de modo espontâneo. Viva esta relação tal como ela é e sem a necessidade de querer controlar a vida alheia.

Histórico desfavorável

Às vezes sentimos medo de perder uma relação, pois já vivenciamos ameaças e situações em que isso realmente poderia acontecer – outros términos, ameaça de ir embora, traição, etc. Avalie o passado e vire a página. Se um histórico desfavorável desencadeia o medo de perder, procure compreender se esta relação ainda vale a pena.

medo de perder

Se o medo vem apenas das situações ruins que não existem mais no seu relacionamento, dê uma chance para que ele se desenvolva e deixe o passado no passado. A escolha é sua, a vida é sua!

Autoestima abalada

A grande maioria das pessoas que sentem medo de perder possuem a autoestima lá embaixo. É o seu caso? Avalie o seu estado emocional. Quando sente medo de perder o parceiro(a), está se expressando da seguinte forma: “veja, eu não confio muito em mim e acho que ninguém merece estar com medo”, ou “não vou conseguir outra pessoa, porque sou deste jeito”. Veja que o problema não é apenas relacional, mas individual.

medo de perder

Saiba ainda que, conforme os especialistas, este receio surge em geral após os 35 anos para as mulheres (é mais comum entre elas) e aos 40 anos entre os homens – ainda mais quando há muitos anos de relacionamento e ele se encontra de alguma forma desgastado.

Trata-se de uma situação em que a pessoa reflete suas carências no outro, como se ele(a) fosse a salvação da sua vida. Neste caso, a minha sugestão é trabalhar o resgate da autoestima, sendo necessárias muitas vezes algumas sessões individuais. É um processo bem complexo, mas que faz milagres na vida de uma pessoa. Quando a situação é muito drástica, a solução pode ser a terapia.

De olho na segurança relacional

O primeiro passo para superar uma situação de medo de perder em um relacionamento é a conversa franca, a comunicação relacional. Se você sente medo da perda, explique seus possíveis motivos e fale abertamente como se sente. Não exija do outro o que apenas você pode mudar, mas peça compreensão.

medo de perder

É preciso que o casal, no entanto, faça algumas mudanças e que haja correspondência e entendimento que o medo de um reflete em toda a relação, logo é um problema relacional. É preciso que ambos, junto, construam uma base de segurança, livre de fantasias.

As atitudes e comportamentos devem ser claros, pois do contrário, ocasionam inseguranças – veja que o que é importante na vida de um deve ser respeitado pelo outro. Não se pode culpar alguém por sentir medo de perder, mas compreender porque isso acontece, sugerir soluções e mudar a própria atitude para que o outro sofra menos.

medo de perder

Há sentimentos e situações em que o medo de perder ainda fica mais forte: quando há o ciúme, a pseudoproteção e a falta de convivência com o mundo externo. Lembre-se de que medo de perder não significa amor; ciúme não significa amor; superproteção não significa amor. Estes sentimentos significam problemas relacionais. É preciso ainda compreender que o espaço da vida do outro é dele e deve ser respeitado mesmo que você sinta medo.

3 dicas extras

Confira agora três coisas interessantes para se fazer quando o medo de perder for muito grande:

  • Pare tudo e busque refúgio na autoconfiança. Uma relação complementa a sua vida, e não necessariamente a completa. Se assim fosse, o que você faria se houvesse o término do relacionamento? Ficaria sem uma metade? Não. Você é uma pessoa única que vive um relacionamento, mas não é definida por ele.
  • Arranje coisas para fazer e pare de pensar no medo. Busque melhorar a sua carreira, conhecer novas pessoas e amigos, fazer uma atividade esportiva ou cultural, cuidar da beleza e da aparência pessoal, etc.
  • Busque terapia quando o sofrimento for limitante e castrador das suas emoções. Há diversas síndromes e doenças que podem surgir quando a situação foge do controle.

Curta a página de Malu Moreira no Facebook e esteja por dentro de todas as novidades.

Malu Moreira trabalha com relacionamentos há mais de 15 anos. Durante todo esse tempo, trabalhou com diversas culturas e costumes, aumentando ainda mais o seu conhecimento e experiência no dia a dia com relacionamentos. Casada e mãe de quatro filhos, ela vive em “estado de graça”, como costuma sempre dizer.

Sua estrada traz na bagagem além do Brasil, países como Bolívia, Portugal, Angola, Inglaterra e Suíça, onde reside atualmente.

E como ela sempre diz: “Eu acredito que duas pessoas possam viver em perfeita harmonia, respeitando os seus limites, contanto que estejam tomadas pelo amor”.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.