Filho – Lidar com vícios e entorpecentes em família não é tarefa fácil nem para os pais mais experientes. Por outro lado, por todos os lados a criança e o adolescente se depara com drogas, cigarros e álcool, sendo muito fácil acessá-los quando a curiosidade fala mais alto. O problema é ainda maior quando um dos pais (ou ambo) são fumantes ou fazem uso de drogas. Veja gora como lidar com a questão!

Orientação e comunicação aberta com o filho

A orientação desde a mais tenra idade ainda é o modo mais eficaz de prevenir o uso de drogas e cigarro entre os seus filhos. É preciso contar a verdade que a mídia omite. Atualmente, as escolas vêm trabalhando em grupo a questão do consumo de cigarro, álcool e drogas, mas não é o suficiente – afinal, a responsabilidade de educar ainda é dos pais. Pode ser que o seu filho não consiga entender as reais consequências do uso de cigarro e achar que está fazendo tempestade em um copo de água, mas a comunicação deve existir sempre.

filho

Se seu filho já fumou ou está fumando, a conversa deve ser ainda mais clara e deve haver a proibição, sim, mas sem críticas ofensivas e agressões verbais. É preciso explicar tudo o que ocorre e pode ocorrer com o uso- ainda mais se o que ele estiver fumando for maconha, por exemplo, que é um produto ilegal, mas de fácil acesso entre os adolescentes.

Deveres dos pais e as consequências

Seja qual for o tipo de cigarro que seu filho esteja usando, se ele é menor de idade, trata-se de uma substância que é ilegal e que faz mal. Não se pode banalizar o fato de ser proibido, de ele estar cometendo um crime ao usar esta droga e dos pais terem responsabilidade se não prevenirem ou remediarem a situação.

filho

O fumo está relacionado e há vários estudos comprovando isso a uma queda do rendimento escolar e das funções cognitivas. E como já é muito comum dizer, é a porta de entrada para outros tipos de drogas. O cigarro usado na adolescência, bem como o uso da maconha, está associado com um aumento de duas a quatro vezes de transtornos psicóticos, como a esquizofrenia, que não tem cura. Fora que nesta fase o corpo ainda está em formação e pode ter problemas. Em longo prazo, poderão encontrar ainda dificuldades em suas atividades acadêmicas e profissionais.

filho

O cigarro comum possui dezenas de substâncias tóxicas, cujos efeitos ainda estão sendo estudados, e é preciso que seu filho compreenda isso.  Já a maconha é uma substância psicoativa, o que quer dizer que ela age no sistema nervoso central e causa dependência e tolerância. Com o tempo, a pessoa fica mais irritada, deprimida, e começa a ter pensamentos que justifiquem o uso da droga.

Dar exemplos, estar aberto a questionamentos, não fumar na frente de seus filhos são apenas algumas atitudes que os pais devem tomar na prevenção e no controle do cigarro dentro e fora de casa. Todo mundo sabe de um caso trágico sobre as consequências do cigarro e do uso de maconha e outras drogas e adolescentes entendem melhor a situação quando se deparam com exemplos. Esta é uma estratégia interessante.

Malu Moreira

Malu Moreira trabalha com relacionamentos há mais de 15 anos. Durante todo esse tempo, trabalhou com diversas culturas e costumes, aumentando ainda mais o seu conhecimento e experiência no dia a dia com relacionamentos. Casada e mãe de quatro filhos, ela vive em “estado de graça”, como costuma sempre dizer.

Sua estrada traz na bagagem além do Brasil, países como Bolívia, Portugal, Angola, Inglaterra e Suíça, onde reside atualmente.

E como ela sempre diz: “Eu acredito que duas pessoas possam viver em perfeita harmonia, respeitando os seus limites, contanto que estejam tomadas pelo amor”.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.