Viver a dois – Essa é uma dúvida de muitas pessoas e tem se tornado cada vez mais comum, principalmente entre as mulheres. Sim isso mesmo, muitas mulheres tem se perguntado se conseguem viver com outra pessoa. Toda essa mudança está acontecendo agora, na atualidade, pois você sabe que no tempo dos seus avós e até dos seus pais essa dúvida não era uma opção.

Antigamente, uma pessoa crescia sabendo que precisava casar e constituir uma família, as mulheres desde pequenas aprendiam que deviam respeitar seus maridos, que deviam fazer as tarefas da casa e cuidar dos filhos. Os homens sabiam que precisavam arrumar um trabalho bom para conseguir uma boa esposa e sustentar sua família.

Viver a dois: será que consigo?

Agora tudo mudou, as mulheres não dependem do marido e muitos homens querem outros objetivos. E com isso vem a dúvida, “viver a dois será que consigo?” Hoje você tem escolha, você pode fazer muitas outras coisas antes de viver com outra pessoa. Além disso, muitas outras situações contribuem para um dúvida como essa, vamos tratar de algumas aqui.

O exemplo dos pais no relacionamento dos filhos

Não saber se conseguirá viver a dois pode ser uma influência negativa dos pais. Sabemos que relacionamentos podem não dar certo, mas quando vivemos isso e vemos na nossa família, dói. Machuca ver que os pais que você tanto ama não se amam mais, isso pode fazer você não acreditar no relacionamento de casal.

É pior ainda quando os pais ao invés de separar e resolver logo a situação, ficam brigando, viver uma situação dessa na infância pode ser traumático, muitas crianças de pais separados e de pais que não conseguiam se entender e brigavam a todo momento tem problemas de se relacionar.

Viver a dois realmente não é fácil, sempre terá algo incomodando e algo que precisa ser conversado, até porque as pessoas mudam, amadurecem e começam a fazer coisas novas. É preciso se adequar o tempo todo ao relacionamento e isso pode ser bem complicado, dai vem o medo e a dúvida.

Quando acontece a traição, seja no seu próprio relacionamento ou no relacionamento dos pais, a confiança é abalada. Ter confiança em um relacionamento é fundamental para ter certeza se consegue viver a dois, se você passou por uma traição dos pais na infância ou já foi traída(o) algum vez, é mais complicado acreditar que pode dar certo e que vai conseguir viver com outra pessoa.

Algumas dicas para perder o medo e viver a dois

Sabemos que viver com outra pessoa requer parceria, você vai precisar abrir mão de algumas coisas, não é fácil, já falamos aqui, mas quando você está disposto a fazer isso fica mais fácil, mesmo com o medo. É normal ter medo, todas as pessoas têm medo, talvez não os mesmos medos, mas tem. Você precisa começar a perder o medo.

Viver a dois: será que consigo?

Nossa dica é se adequar a situação, se gosta de uma pessoa, mas tem dúvidas se vai conseguir viver com ela, a melhor coisa a se fazer é conversar. Tenha uma conversa sincera e conte seus medos, às vezes você tem um medo mais “bobo” e não quer se sentir presa, algumas pessoas sentem que estão presas no relacionamento, então antes de decidir viver a dois veja se não vai se sentir assim.

Um outro sentimento é da invasão de espaço e perda da privacidade. No relacionamento, principalmente quando você passa a morar com outra pessoa você começa a dividir coisas, e esse pode ser um problema. Se você achar que vai perder sua privacidade converse com seu parceiro(a) e veja quais as melhores opções para que isso não aconteça.

Se você tem medo de viver a dois, mas quer tentar nossa dica é conversas com a pessoa envolvida e tentar.

Você não pode viver com medo, até porque quem tem medo acaba não vivendo, se você conversar com seu parceiro(a) e ainda não se sentir seguro, procure ajuda. Talvez você sente alguma coisa que precisa ser trabalhado, que precisa ser administrado, às vezes a separação dos seus pais na sua infância foi mais traumático do que pensa.

Uma coisa é certa, o medo é uma sensação que te impede de viver, independente do medo que sente. Você não pode viver se escondendo atrás desse medo. Tudo bem que às vezes não é o momento de viver a dois e você está mais que certo em recuar, mas se sentir que é o momento vai fundo.

Será que consigo? Consegue sim, o relacionamento não é um bicho de sete cabeças e viver com outra pessoa também não, o importante é querer, ter respeito um pelo outro e confiar. Se existem esses três coisas vá sem medo, pois você vai ser feliz.

Saiba mais sobre este tema e outros assuntos para otimizar e enriquecer os seus relacionamentos, assistindo aos vídeos de Malu Moreira no Youtube, acessando este link.

Malu Moreira trabalha com relacionamentos há mais de 15 anos. Durante todo esse tempo, trabalhou com diversas culturas e costumes, aumentando ainda mais o seu conhecimento e experiência no dia a dia com relacionamentos. Casada e mãe de quatro filhos, ela vive em “estado de graça”, como costuma sempre dizer.

Sua estrada traz na bagagem além do Brasil, países como Bolívia, Portugal, Angola, Inglaterra e Suíça, onde reside atualmente.

E como ela sempre diz: “Eu acredito que duas pessoas possam viver em perfeita harmonia, respeitando os seus limites, contanto que estejam tomadas pelo amor”.

Leave a Reply

Your email address will not be published.